Confusão generalizada marca partida entre Cachoeira e Santo Amaro pelo Intermunicipal

A tarde de domingo (18) ficou marcada por cenas lamentáveis no futebol do interior do estado. Em partida disputada pelas seleções de Cachoeira e Santo Amaro, válida pela rodada de volta das quartas de final do Campeonato Intermunicipal, uma confusão generalizada nas arquibancadas fez o jogo ser paralisado.

O jogo estava sendo vencido por Cachoeira pelo placar de 2 a 0, quando Santo Amaro marcou um tento e por ter vencido o jogo de ida por 2 a 1, estava levando a decisão para os pênaltis. Foi aí que a confusão se iniciou, de acordo com o diretor geral da Liga de Santo Amaro, Léo Dantas, a confusão se iniciou.

“A torcida de Cachoeira começou a arremessar fogos (de artifício), bombas, pedras… Aí a torcida de Santo Amaro ficou acuada, foi apedrejada, foi a maior confusão. Isso devido ao clima que o prefeito da cidade (Cahoeira) criou no jogo. Ele inflamou a torcida dizendo que no jogo de Santo Amaro foi ameaçado de tomar uma facada. Agora o jogo ainda está aqui. Já tem duas horas aqui parado”, relatou.

Diante da confusão, a Polícia Militar precisou intervir utilizando bombas de efeito moral para dispersar o público. Com isso, os torcedores de Santo Amaro acabaram invadindo o campo de jogo e a partida ainda não teve o seu fim decretado até o fechamento desta matéria.

 

 

Fonte Noticias do Recôncavo

Comentários
Loading...