UEFS: Ex-servidores são denunciados pelo MP por desvio de R$ 47 mil

Os ex-servidores da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) Everaldo de Oliveira Santana Júnior e Caroline Nunes da Silva foram denunciados pelo Ministério Público estadual (MP-BA) pelo desvio de recursos no total de R$47.542,98 na instituição de ensino. A denúncia revela que o montante desviado era de cerca de R$2.500 por mês, com algumas interrupções.

A denúncia foi apresentada à Justiça pelo promotor de Justiça Tiago de Oliveira Quadros. O caso foi revelado por um servidor da universidade, o que culminou com a abertura de um Processo Administrativo Disciplinar (PAD). Depois eles foram demitidos.

Conforme o MP-BA, os valores eram creditados por Everaldo, então assessor administrativo encarregado pela gerência de admissão e acompanhamento de pessoal da Uefs, na folha de pagamento de Caroline. O desvio de recursos foi entre os meses de julho de 2014 e outubro do ano passado. De acordo com o promotor de Justiça, os ex-servidores eram amigos pessoais e repartiam os valores desviados.

O servidor que denunciou o caso só descobriu a irregularidade quando  tentou inserir na folha de Caroline dados referentes a um adicional noturno, ao qual ela tinha direito de receber. Ele detectou valores referentes a uma substituição que ela não havia feito e reportou o fato aos superiores.

Comentários
Loading...